Pierre (Naomi Nero), é um jovem de 17 anos que está no ensino médio, tem uma banda com os amigos e vive com a mãe e a irmã de forma simples. O garoto faz parte de uma geração que começa a quebrar alguns paradigmas em relação a identidade de gênero e sexualidade e não vê problemas em passar batom, pintar as unhas e usar vestidos. Sua vida vira de cabeça pra baixo quando ele descobre ter sido roubado na maternidade e que aquela não era sua família de sangue. Incorporado a sua família biológica, de classe média alta e conservadora, Pierre agora será chamado de Fernando e enfrentará obstáculos que antes eram impensáveis. Mãe Só Há Uma é um filme tenso, pesado e que fará você mergulhar no drama pessoal de Pierre de uma maneira empática e intimista. A forma como a diretora Anna Muylaert jamais julga nada nem ninguém é um dos traços que levam a obra a outro patamar, a qual nos brinda com reflexões poderosas e brada pelo respeito à diversidade.


Diretor:
Anna Muylaert
Título original: Mãe Só Há Uma

 

Assista ao trailer:

Mãe Só Há Uma (2016)

Comentários

comentários